QUE BATEDEIRA EU COMPRO?

Atualizado: 13 de Out de 2019




Muitas pessoas pedem ajuda na hora de comprar um equipamento. Essa semana recebi 3 pedidos de indicação de MARCA de batedeira. Eu não tenho uma marca preferida.  Quando vou comprar sempre faço as comparações entre no mínimo 3 marcas. Se você vai comprar com o objetivo de usar profissionalmente,   o importante, antes do preço,  é:




1- ser planetária,  pois é a que possui tamanho maior e seus batedores giram em torno do seu eixo, em movimento de rotação e translação (ao redor do bawl) , e o bawl fica fixo, proporcionando uma mistura homogênea.

Na batedeira comum o bawl pode ser movimentado, para ajudar na mistura dos ingredientes, e os batedores ficam fixos no centro do bawl, fazendo movimento de rotação no mesmo lugar, sendo necessário movimentar o bawl ou parar e misturar manualmente os ingredientes.


2 - a quantidade de "kilowatts". Quanto mais potente melhor para conseguir misturar bem a massa. O fato de ser mais potente permite que bata com maie rigor, e por isso, em geral, o bawl fica travado na base da batedeira, para evitar acidentes. Quanto mais potente, mais cara.


3 - Quantidade de velocidades: quanto maior o numero de velocidades,  melhor para poder ter controle na qualidade da massa;


4 - o bawl deve ser de inox ou vidro. A batedeira com bawl de plastico é bem mais barata mas o plástico absorve partículas minúsculas de gordura o que afeta a qualidade,  por exemplo, da clara em neve de pico firme;


5 - ter no mínimo 3 batedores:  gancho, globo e raquete.


GLOBO - Com formato de fouet, utilizado para bater claras em neve, bolos, massas mais leves e que necessitem da incorporação de ar.

Na nossas receitas sem glúten, esse batedor pode ser util, porém existem outras formas de incorporar ar às receitas, por meio de técnicas de preparo, como explico no meu livro Panificação sem glúten, sem leite, sem segredos.

Eu usso esse batedor para claras em ponto de neve, para bater bolos.











RAQUETE - PÁ - LEQUE - esse é o batedor que mais uso, pois prefiro utilizar das técnicas para agregar ar às preparações. Ideal para bater massas mais densas, como a do nosso pão.

Os modelos mais novos podem ter o batedor RAQUETE COM ABAS DE SILICONE, que sreve para ir raspando as laterais do bawl enquanto a mistura está sendo batida.













GANCHO - para bater massas que necessitem de sova. Como não necessitamos sovar, confesso que nunca utilizo esse batedor.















As batedeiras tradicionais geralmente vem com um único tipo de batedor, que gira fixo. Para misturar bem a massa é necessário movimentar o bawl, que não fica travado, ou parar e misturar manualmente.

Ela também é menos potente, sendo indicada para elaborações mais simples.






Com esses requisitos você consegue excelentes massas resultando em deliciosos produtos.

Mais informações sobre equipamentos tem no meu livro Panificação sem glúten, sem leite, sem segredos à venda pelo site www.elisabethsemgluten.com.br/shop

Foto ilustrativa: batedeira antiga do blog http://www.eletrodomesticos.blog.br/historia-da-batedeira



0 visualização